Terapia Fotodinâmica

TERAPIA FOTODINÂMICA (METVIX – AKTILITE)

O que é? Para que serve?
A terapia fotodinâmica é um dos tratamentos mais eficazes e mais modernos para lesões pré-cancerosas e alguns tipos de câncer da pele, superficiais. Este tratamento não substitui a cirurgia e não serve para o câncer de pele mais profundo e recidivado. Chama-se terapia fotodinâmica porque utiliza um creme e uma luz vermelha que eliminam estas lesões.

Como funciona?
O creme chamado Metvix (ácido 5-aminolevulínico – ALA) é aplicado sobre a pele acometida e penetra seletivamente nas células cancerígenas e pré-cancerígenas. Após 3 horas este creme é ativado por uma luz vermelha chamada Aktilite que provoca uma reação química dentro das células, promovendo a destruição de células malignas e pré-malignas, visíveis e invisíveis.

Como é feito? Quais são as vantagens e desvantagens deste tratamento?
Aplica-se o creme Metvix na área acometida, em seguida cobre-se a região com um curativo de plástico e papel alumínio para melhorar a absorção e impedir a penetração de claridade. Este curativo deve permanecer intacto durante três horas. Neste intervalo o paciente pode permanecer na clínica ou pode ir para casa. Após estas três horas retira-se o curativo e aplica-se uma lâmpada vermelha sobre a área tratada. Esta aplicação dura 8 minutos. A vantagem é que este tratamento não é invasivo, não deixa cicatriz e consegue, com apenas uma a duas aplicações, limpar toda a área acometida, promovendo uma higiene, uma limpeza das áreas expostas ao sol que possam apresentar predisposição ao câncer da pele. É um tratamento curativo e preventivo, ideal para quem tem lesões múltiplas e extensas. A dor é o principal problema deste tratamento, por isto as sessões são realizadas em etapas, em pequenas áreas da pele em cada sessão.

Quais são os outros tratamentos disponíveis?
São a criocirurgia com nitrogênio líquido e a curetagem e eletrocoagulação. A vantagem da criocirurgia é a rapidez, simplicidade e seu baixo custo. As desvantagens são a dor e a mancha branca que pode ocorrer após a aplicação e também a necessidade de múltiplas sessões já que este método não faz a limpeza de toda a área acometida. As lesões são tratadas individualmente, a medida que aparecem na pele. A curetagem e eletrocoagulação é uma técnica mais invasiva, feita com anestesia local, podendo evoluir com cicatriz e assim como na criocirurgia, as lesões são tratadas também individualmente, à medida que surgem na pele. Estes tratamentos não fazem a prevenção de outras lesões, sendo ideal para lesões únicas, isoladas e pequenas.

Quantas aplicações são necessárias?
Uma a duas aplicações, com intervalo de uma semana. É importante o controle de cura feito três meses após a última aplicação.

Quais são os efeitos esperados e os cuidados?
Antes de vir para a aplicação é importante lavar e remover qualquer tipo de creme, pintura, maquiagem, base e filtro solar na área que será tratada. Após a aplicação a pele fica avermelhada e levemente inchada. Estes efeitos podem permanecer por dois dias e neste período é importante evitar exposições solares. Se houver ardor após a aplicação poderão ser aplicadas compressas frias no local. O paciente pode retornar às suas atividades normais logo após o tratamento.

Quanto custa?
Depende da extensão da área tratada e quantidade de medicamento utilizado. O custo será fornecido durante a consulta médica.